UNICEF e parceiros de 18 estados lançam campanha de incentivo à vacinação infantil

0
127


Apresentação será no dia 26 de janeiro e irá disponibilizar diversos produtos de comunicação para prefeituras e outros órgãos
 

Para aumentar a cobertura vacinal de crianças e combater a desinformação sobre as vacinas, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e parceiros técnicos que atuam em 18 estados brasileiros, vão lançar a campanha de incentivo à vacinação infantil “Vá sim, Vacine! Ame, proteja, vacine nossas crianças”.  O lançamento e apresentação da campanha serão realizadas nacionalmente e de forma virtual, no dia 26 de janeiro, às 10h, pelo canal do UNICEF Brasil no Youtube. Em Sergipe, o Selo UNICEF é implementado pelo Centro Dom José Brandão de Castro (CDJBC).

A partir de 2015, conforme dados do Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, as coberturas vacinais começaram a cair no Brasil, colocando o país em alerta para o perigo do retorno de doenças evitáveis. Para se ter uma ideia, a cobertura da vacinação contra a poliomielite caiu de 98,3% em 2015 para 70,2% em 2021.

“Na primeira infância, as crianças recebem vacinas que protegem contra várias doenças. O declínio nas taxas de vacinação coloca milhões de crianças e adolescentes, no Brasil e em todo o mundo, em risco de doenças perigosas e evitáveis”, explica Francisca Maria Andrade, especialista em Saúde do UNICEF. “É preciso reverter este cenário, oferecendo serviços de qualidade e acessíveis, disseminando informações corretas e incentivando as famílias a vacinarem as crianças”, completa.

A partir do lançamento da campanha, diversos produtos de comunicação, como VTs e spots, além das artes para camisas, bonés, cartazes, folderes, cards para redes sociais estarão disponíveis para download na biblioteca do site do Selo UNICEF (selounicef.org.br) e poderão ser reproduzidos e impressos por prefeituras e outros órgãos interessados.

A campanha “Vá sim, Vacine!” busca contribuir para o aumento da cobertura vacinal sensibilizando tanto a população quanto as equipes de saúde, assistência social e educação dos 2.023 municípios brasileiros que participam do Selo UNICEF, onde vivem mais de 17 milhões de crianças e adolescentes.

O Selo UNICEF

O Selo UNICEF é uma iniciativa do UNICEF para fortalecer as políticas públicas municipais voltadas para crianças e adolescentes. Ao participar do Selo UNICEF, os municípios assumem o compromisso de manter a agenda de suas políticas públicas pela infância e adolescência como prioridade. A metodologia inclui o monitoramento de indicadores sociais e a implementação de ações que ajudem o município a cumprir a Convenção sobre os Direitos da Criança, que no Brasil é refletida no Estatuto da Criança e do Adolescente. A adesão ao Selo UNICEF é espontânea.

O sucesso do Selo UNICEF é resultado da parceria entre UNICEF e governos estaduais e municipais por meio da atuação integrada e intersetorial. A atual edição (2021-2024) conta com a participação de 2.023 municípios de 18 estados, onde vivem mais de 17 milhões de crianças e adolescentes: Maranhão, Ceará, Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso, Amapá, Pará, Tocantins, Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima. A implementação acontece em parceria com organizações da sociedade civil espalhadas pelo Semiárido e Amazônia: APDMCE, Asserte, CDJBC, Instituto Formação, Instituto Peabiru e Visão Mundial.

Alcançar os meninos e meninas que mais precisam por meio do Selo UNICEF só é possível graças ao apoio de doadores individuais, parceiros institucionais e empresas doadoras. A edição atual conta com apoio da Associação Brasileira de Municípios (AMB), Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Confederação Nacional de Municípios (CNM), Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas), Consórcio Amazônia Legal, Consórcio Nordeste, Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). São parceiros no Semiárido Coelba, Celpe, Cosern, Elektro, Enel e Governo do Ceará; e na Amazônia Energisa, Equatorial Energia, RGE e Governo do Maranhão. O Selo UNICEF ainda conta com parcerias estratégicas junto a B3 Social, Instituto Claro, Itaú Social e Grupo Profarma. Visite selounicef.org.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui