Adolescentes sergipanos elegem representante estadual no Comitê de Participação de Adolescentes do Conanda

0
32

A adolescente Ísis de Jesus Reis, de 13 anos, foi eleita nesta quinta-feira, 20, e passa a representar Sergipe no Comitê a partir de 2023

Sergipe tem nova representante no Comitê de Participação de Adolescentes (CPA), órgão consultivo composto por meninos e meninas que integra o Conselho Nacional de Defesa dos Direitos de Crianças e Adolescentes (Conanda). Ísis de Jesus Reis, adolescente de 13 anos integrante do Núcleo de Cidadania dos Adolescentes (NUCA) de Itabaiana, irá compor o CPA Nacional para a gestão 2023-2024. Como seu suplente, foi eleito o adolescente de 14 anos Simon Cantionilia Santos Reis da Silva, do município de São Cristóvão.

Os CPAs são instrumento de participação direta de adolescentes nestes que são os principais órgão de controle social no campo das políticas públicas voltadas para esta parcela da população: os Conselhos Nacional e Estaduais dos Direitos de Crianças e Adolescentes.

“A voz dos adolescentes está presa dentro da nossa garganta, querendo sair, porém muitas vezes temos poucos espaços para isso. Eu quero poder contribuir para mostrar, na prática, que nós temos voz, que podemos ser ouvidos e que nossas opiniões têm valor”, apontou a nova representante de Sergipe no CPA, que expressa sua visão de mundo e seus sentimentos por meio da poesia.

Ísis destacou a educação como prioridade para a juventude, e disse que enquanto integrante do CPA pretende “fazer o máximo para mostrar aos jovens que a educação pode proporcionar um futuro diferente para cada um ne nós”. “A educação transforma”, resumiu.

A eleição, que ocorreu na noite desta quinta-feira, durante reunião virtual convocada previamente, foi coordenada pelo Conselho Estadual dos Direitos de Crianças e Adolescentes de Sergipe (CEDCA-SE), conduzida pela Presidente Elayne Passos, e contou com o apoio e presença de técnica do conselho, Raquel Oliveira, além de diversos conselheiros e da relatora da comissão de formação do órgão, Rute Rosendo. A escolha dos representantes ficou por conta dos adolescentes indicados pelos CMDCAs para composição da nova gestão do CPA. Muito representativo, o encontro contou presença de mais de 50 meninos e meninas de todas as regiões do estado, além de representantes do Conanda, do CEDCA e de articuladores e mobilizadores do Selo UNICEF.

CPAs e NUCAS caminhando juntos

Para a coordenadora do Selo UNICEF em Sergipe, Bahia e Minas Gerais e coordenadora de projetos do CDJBC, Joilda Aquino, “NUCAS e CPAs e podem e devem caminhar juntos, pois comungam para um mesmo objetivo: contribuir para o empoderamento e organização social e coletiva dos adolescentes em todo o país”, destacou Joilda, ao passo que agradeceu o esforço e apoio de articuladores e mobilizadores de adolescentes do Selo UNICEF que atenderam ao convite de unir forças dos NUCAS e CPAs para fortalecer a pauta da participação cidadã de adolescentes.

A Coordenadora de Formação, Participação e Comissão da FLACSO Brasil, Graciete Santa Anna do Nascimento,  destacou que “quando a gente consegue – adolescentes e adultos – fazer com que essa voz e essa escuta se transformem em políticas públicas, estamos efetivando a participação social dos adolescentes”, resumiu Graciete, exemplificando que as preocupações e demandas dos meninos e meninas diante dos desafios da pautaram o tema da Conferência Nacional dos Direitos de Crianças e Adolescentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui