UNICEF e CDJBC realizam campanha educativa sobre retorno seguro às aulas em três municípios baianos

0
95

Com o objetivo de sensibilizar a população, em especial a comunidade escolar, para os cuidados necessários no contexto do retorno às aulas presenciais, será lançada nesta quinta-feira, 07, a campanha “Se o cuidado tá presente, eu tô de volta! Proteger os estudantes é promover o acesso à educação”. Voltada para os municípios baianos de Candeias, São Francisco do Conde e Madre de Deus, a campanha pretende envolver 32 escolas e pelo menos 9.800 pessoas, entre estudantes, professores, funcionários de escolas da rede pública e a população local.  

A iniciativa é do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), sendo implementada pela Organização Social Centro Dom José Brandão de Castro (CDJBC). As ações incluem a instalação de estruturas de lavagem de mãos e doação de itens de higiene e material educativo para escolas dos três municípios, além da promoção de práticas de higiene e proteção na comunidade escolar por meio de capacitações.  “A gente leva uma mensagem e uma ação muito concreta que é garantir as condições adequadas para o retorno seguro de crianças e adolescentes às aulas”, afirma a chefe do escritório do UNICEF em Salvador, Helena Oliveira. 

Encontros formativos

A primeira ação da campanha é a realização de uma série de encontros formativos voltados para professores e professoras da rede municipal sobre água, saneamento e higiene  e prevenção e controle de infecções  nas escolas no contexto de uma convivência mais segura com a covid-19 durante as  aulas presenciais. Os cursos são gratuitos e online e será oferecido certificado de participação. Os encontros acontecem entre os dias 23 março e 19 de abril e deverão formar cerca de 250 professores e professoras por meio de metodologias ativas de aprendizagem.

A proposta é refletir, aprofundar e vivenciar diferentes experiências de aprendizagens para assegurar o conhecimento básico sobre o tema com vista à aplicação desses conhecimentos no dia a dia pedagógico. Análise de situações-problema e cenários de aprendizagem, estudo de caso, aprendizagem em espiral e Brainstorm são alguns dos métodos a serem utilizados nos encontros.

Diálogo direto com a comunidade escolar

Mais que instrumentalizar os educadores para enfrentar situações concretas em que a prevenção e o controle de infecções são essenciais, serão realizadas ações diretas junto à comunidade escolar. A culminância presencial do projeto contará com a entrega de estações de lavagem de mãos móveis, kits de higiene e material educativo para a comunidade escolar, com ênfase nos estudantes e professores.

Materiais educativos

As ações da campanha se estenderão à comunidade, por meio de intervenções como panfletagens e/ou blitz educativas. Entre os materiais que serão distribuídos, estão a cartilha “Como usar máscara para se proteger do coronavírus”, na qual os personagens da Turma da Mônica ensinam a forma adequada de usar as máscaras descartáveis e as de pano reutilizáveis; (disponível em https://www.unicef.org/brazil/media/11146/file/guia-como-usar-mascara-turma-monica.pdf) e o folder educativo “Menstruação na pandemia e outras coisinhas +”, que aborda a dignidade menstrual numa linguagem voltada para adolescentes (disponível em: https://www.unicef.org/brazil/media/9131/file/menstruacao-na-pandemia-e-outras-coisinhas-mais.pdf)

Materiais educativos no formato digital como Spots, VTs e cards educativos também integram a campanha e podem ser acessados nas redes sociais do Centro Dom José Brandão de Castro, parceiro implementador do UNICEF nesta ação: @CDJBCse no instagram e @CDJBC no Facebook.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui